Menus de configuração no Painel de Administração

Experimentoria

Menus de configuração no Painel de Administração

Arduino: você conhece sua história?

Os amantes da tecnologia pensam constantemente: qual ferramenta posso utilizar para melhorar meu cotidiano? Arduino é o herói do dia.
Share on Facebook62Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Só pra refrescar sua memória: trata-se de uma plataforma de prototipagem eletrônica de hardware livre e de placa única, projetada com um micro-controlador Atmel AVR, com suporte de entrada/saída embutido e uma linguagem de programação padrão, com origem em Wiring. Estamos falando do ARDUINO, o componente open source que todos nós makers amamos!

Comercializado sob o nome Arduino nos EUA e Genuino no resto do mundo, o projeto teve seu início em 2005, na Itália, na busca por interação em projetos escolares, como maneira de reduzir custos dos sistemas de prototipagem da época. Seu sucesso foi sinalizado com o recebimento de uma menção honrosa na categoria Digital Communities em 2006, pela Prix Ars Electronica, além da marca de mais de 50.000 placas vendidas até outubro de 2008.

As diferentes placas Arduino

O objetivo deste projeto se manteve o mesmo do começo, que era o de criar ferramentas que são acessíveis, de baixo custo, flexíveis e fáceis de se usar tanto por profissionais como amadores – principalmente para aqueles que não teriam acesso a soluções e ferramentas mais complicadas. Uma típica placa Arduino é composta por um controlador, pinos de E/S (entrada e saída) digital e analógica, além de uma interface serial ou USB, para interligar-se ao hospedeiro, geralmente um computador com a interface de programação instalada para programá-la e interagir em tempo real. A placa em si não possui qualquer recurso de rede, porém é comum combinar um ou mais Arduinos deste modo, usando extensões apropriadas chamadas de shields ou módulos. A interface é simples, podendo ser escrita em várias linguagens. A mais popular é a própria linguagem do Arduino (que acompanha a Arduino IDE), mas outras que podem comunicar-se com a conexão serial são: Processing, Max/MSP, Pure Data, SuperCollider, ActionScript e Java.

Arduino: o documentário

Em 2010 foi realizado um documentário sobre a plataforma chamado Arduino: The Documentary. Assista abaixo:

A finalidade do Arduino num sistema é facilitar a prototipagem de novos produtos e ideias, implementação ou emulação do controle de sistemas interativos, em nível amador, doméstico, comercial ou móvel. Com ele é possível enviar ou receber informações de basicamente qualquer sistema eletrônico, como identificar a aproximação de uma pessoa e variar a intensidade da luz do ambiente conforme a sua chegada. Ou abrir as janelas de um escritório de acordo com a intensidade da luz do sol e temperatura ambiente.

Os campos onde podem ser utilizados Arduino e suas funcionalidades são as mais benéficas e vantajosas, podendo ter aplicações na área de impressão 3D, robótica, engenharia de transportes, engenharia agronômica e musical. Inclusive, se você não conhece nosso curso de Irrigação Automática com Arduino, não perca tempo e inscreva-se agora – você irá aprender tudo sobre o Arduino e ainda por cima construir um projeto super bacana do começo ao fim que regará sua(s) planta(s) automaticamente!

Confira também nosso post sobre 6 coisas muito legais que você pode construir com Arduino!

Outros posts interessantes:

Share on Facebook62Share on Google+0Tweet about this on Twitter
4 de dezembro de 2015

1Respostas em Arduino: você conhece sua história?"

Deixe sua mensagem

EXPERIMENTORIA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Menus de configuração no Painel de Administração