Menus de configuração no Painel de Administração

Experimentoria

Menus de configuração no Painel de Administração

4 razões para qualquer pessoa aprender Arduino

O Arduino mudou a maneira de como podemos criar nossas próprias coisas. Veja aqui algumas razões para molhar seus pés nesse incrível universo de tecnologia maker!
Share on Facebook117Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Aprender Arduino está em pauta hoje em dia. “Arduino aquilo, Arduino isso!” – você já deve ter ouvido isso de algum nerd ou curioso por aí – e com certeza já leu muito aqui na Experimentoria se você nos segue!

E as chances de você só ter ouvido falar, sem nunca ter experimentado e brincado com essa belezinha são grandes; e por que afinal, aprender como “fuçar” e criar coisas com o Arduino? O Arduino é conhecido com o “Lego para adultos”, e é bem verdade: você combina um monte de componentes de diferentes funções para criar coisas incríveis onde sua imaginação é o limite. Mas também é muito mais que isso.

Mesmo se você já manja muito de tecnologia, Arduino ainda assim é uma ótima opção: vai te ajudar a pensar mais rápido, resolver problemas simples do dia-a-dia e se divertir no processo de criar coisas muito legais. Vejamos o que o Arduino pode fazer por você:

1. Construir um monte de coisas legais

A principal razão de se adquirir um Arduino é que você pode criar coisas divertidas com ele. Se você é um “fuçador” nato, vai se sentir em casa. Mas e se você não gosta de construir coisas? Mesmo assim, você deveria dar uma chance ao Arduino por que você nunca sabe se isso vai acender alguma coisa dentro de você – e se perguntar “como é que eu nunca tentei isso antes?!”.

O que dá pra você fazer? Bem, qualquer coisa e mais um pouco. Pode ser simples ou complexo, prático ou inútil, sério ou engraçado. Quando você se sentir confortável com a plataforma, o céu é o limite. Veja algumas ideias para abrir seu apetite:

Se você curte música e um feeling retrô, pode criar sua própria mini jukebox usando Arduino e RFID:

Ou se curte uns “bons drink”, que tal construir seu próprio barman automatizado?

Ou se é fã de quadrinhos, que tal construir seu próprio Mjolnir, o martelo do Thor, que só você consegue levantar?

Realmente, o céu é o limite!

2. É uma excelente introdução à programação

Tradicionalmente, a curva de aprendizado para programação tem sido bem íngreme. Além da sintaxe não ser muito intuitiva, pode levar um tempo até que a lógica de programação faça sentido na sua cabeça. Para a maioria das pessoas, é uma experiência frustrante, e é nessa parte que a maioria desiste de aprender.

A boa nova é que o código do Arduino te “perdoa”. Você ainda tem que seguir uma curva de aprendizado, não é exatamente a coisa mais fácil do mundo, mas é bem mais simples que adentrar o mundo de programação de apps ou games, por exemplo. Na verdade, o Arduino pode ser um caminho bem “relaxante” de se entrar no mundo da programação.

Mas claro, nada é perfeito. Por exemplo, o fato do código Arduino “perdoar” o programador significa que é fácil escrever código mal-escrito, desenvolver maus hábitos de programação e nunca entender realmente o que o código faz. E é um código relativamente básico, então você não vai aprender nenhum conceito super avançado de código com ele.

Mas para se pegar os conceitos absolutamente básicos de programação, o Arduino é perfeito. Ele deixa você testar, mexer, fuçar e ver o que acontece direto ali, no mundo real. Seu LED tem que piscar e não pisca? Você vai ver isso na hora. Você tem que girar um motor para esquerda mas está girando para a direita? Feedback instantâneo. Nunca é tarde para a começar a aprender a programar!

Você sabia que no nosso curso de Arduino para iniciantes, as primeiras aulas são de graça? Olha essa da Tati ensinando a escrever seu primeiro código:

Aprenda a programar Arduino com a Experimentora

Se ainda assim a ideia de digitar linhas de código te assusta, há outra opção: o S4A, que é baseado no Scratch – um sisteminha muito bacana criado pela galera do MIT, onde você programa usando blocos que se encaixam.

scratch

3. É também uma excelente introdução à eletrônica

Quando eu mesmo peguei o Arduino para brincar pela primeira vez, não tinha noção alguma de eletrônica. Na verdade, me senti um pouco nervoso e sobrecarregado de informações. Mas conforme fui aprendendo a programar e montar os circuitos, automaticamente aprendi como funciona uma protoboard, como funciona um circuito eletrônico e como os componentes interagem com ele – e também sobre tensão (V) e corrente (A)! Um mundo novo se abria.

Conforme você vai brincando com o Arduino, você começa a desenvolver várias habilidades em eletrônica dependendo do tipo de projeto que você está montando. Se você nunca mexeu com cabos jumper, protoboards, sensores ou fontes de energia, o Arduino é um meio divertido e seguro de se aprender tudo isso. E não é só isso: com Arduino você brinca e descobre um monte de componentes novos que executam as mais variadas funções. A maioria dos kits de Arduino vêm com LEDs, protoboards, capacitores, motores, sensores e muito mais. Você vai se sentir como uma criança que acabou de ganhar um Lego novinho em folha.

1981-lego-ad-e1392062692390

Mas o mais importante é que conforme você ganha mais confiança para mexer com circuitos e componentes, você vai começar a soltar o seu lado criativo e curioso – que você provavelmente nem sabia que existia. É uma maneira incrível de se expressar criativamente pelo “do it yourself“.

4. É um hobby barato de se ter

Mesmo o nosso Brasil sendo um pesadelo para importar coisas que custam em dólar, o Arduino é um ótimo hobby onde você não precisa gastar uma fortuna para começar. Um bom kit de iniciante vai te custar em torno de R$ 100 a R$ 300, dependendo dos componentes que o acompanham – e principalmente se o Arduino é licenciado ou não (muitos Arduinos chineses são mais baratos e funcionam relativamente bem, mas tendem a apresentar problemas com uma frequência muito maior). Nós recomendamos sempre usar o Arduino licenciado pela marca, para não ter dor de cabeça e aprender sem problemas.

Comparado com hobbies artísticos como pintura, fotografia ou marcenaria onde é preciso bem mais dinheiro para se começar, o Arduino é uma opção bastante viável. Se você estiver disposto a comprar kits direto da China e esperar alguns meses para chegar, sua brincadeira pode ficar realmente barata.

Por onde começar com o Arduino?

Bem, que tal pelo começo? Nós temos um curso perfeito de Arduino para todos os níveis de conhecimento. Nossa instrutora Tati Fernandes vai te guiar desde os passinhos básicos de lógica de programação, montar circuitos básicos e divertidos com o Arduino, até montar um sistema completo de irrigação automática de plantas! Não é demais? Tudo isso em quase 5 horas de curso, que você pode acessar quando quiser, pra sempre –  e com um fórum interativo onde os alunos e os administradores do curso podem tirar suas dúvidas – tornando o ambiente muito colaborativo. Além disso, você pode adquirir o kit oficial do curso, com todos os componentes que você irá precisar para montar todos os exercícios e projeto final.

Kit_Experimentoria_MudAR_1

Outros posts interessantes:

Share on Facebook117Share on Google+0Tweet about this on Twitter
3 de junho de 2016

0Respostas em 4 razões para qualquer pessoa aprender Arduino"

Deixe sua mensagem

EXPERIMENTORIA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Menus de configuração no Painel de Administração